A noite chega e eu me calo, me calo com um nó na garganta, suspirando saudades e apertando contra mim o abraço que já não tenho.



Comentários