Eu queria que parasse pra me ouvir

Eu queria que parasse pra me ouvir. Sem você eu já nem sei mais respirar, eu preciso de você pra existir. (Aindas)



A verdade é que eu não quero dividir você com mais ninguém

A verdade é que eu não quero dividir você com mais ninguém, a verdade é que só o seu sorriso já me faz tão bem. (Aindas)



Aindas

Aindas

Ninguém me conhece mais do que você
Pra saber que eu não sou tão boa assim
Pra falar o que tá aqui dentro de mim
A gente sabe que precisa conversar
Mas na verdade eu nem sei o que dizer
Acho que é claro o que eu sinto por você

A verdade é que eu não quero dividir você com mais ninguém
A verdade é que só o seu sorriso já me faz tão bem
Eu nem sei o que você tem pra falar
Mas eu queria que parasse pra me ouvir
Sem você eu já nem sei mais respirar
Eu preciso de você pra existir
Essa saudade ainda vai durar demais
Mas eu não posso esperar pra te dizer
Vou te fazer feliz enquanto eu for capaz
Sem mais aindas quero só eu e você

Vamos fazer como a gente combinou
E esquecer que essa canção aconteceu
Só não esquece que meu coração é seu
E que eu vou te esperar até você voltar
Pra eu poder tocar de novo essa canção
E quem sabe até tocar seu coração
Mas na verdade eu já não quero dividir você com mais ninguém
Porque na verdade só o seu sorriso já me faz tão bem

Eu nem sei o que você tem pra falar
Mas eu queria que parasse pra me ouvir
Sem você eu já nem sei mais respirar
Eu preciso de você pra existir
Essa saudade ainda vai durar demais
Mas eu não posso esperar pra te dizer
Vou te fazer feliz enquanto eu for capaz
Sem mais aindas

Eu nem sei o que você tem pra falar
Mas eu queria que parasse pra me ouvir
Sem você eu já nem sei mais respirar
Eu preciso de você pra existir
Essa saudade ainda vai durar demais
Mas eu não posso esperar pra te dizer
Vou te fazer feliz enquanto eu for capaz
Sem mais aindas quero só eu e você

Sem mais aindas quero só eu e você



Promete ser pra sempre o meu menino

Promete ser pra sempre o meu menino, me deixar cantar pra te fazer dormir. Que eu prometo que vou te cuidar pra sempre. Eu te amo infinito, meu guri. (Promete)



Que eu prometo ser pra sempre o seu porto seguro

Que eu prometo ser pra sempre o seu porto seguro. Eu prometo dar-te eternamente o meu amor. (Promete)



Promete

Promete

Promete que não vai crescer distante
Promete que vai ser pra sempre assim
Promete esse sorriso radiante
Todas as vezes que você pensar em mim

Promete cuidar bem dos seus cachinhos
E sempre me abraçar quando eu chegar
Promete sorrir sempre com os olhinhos
E cantar cantigas na sala de estar

Que eu prometo ser pra sempre o seu
Porto seguro
Eu prometo dar-te eternamente o meu amor

Promete aproveitar cada segundo
Desse tempo que já passa tão veloz
Me lembro quando você chegou nesse mundo
Sorrindo aos poucos quando ouvia a minha voz

E hoje corre pela sala
Brinca de existir
Giz de cera, pega-pega
Eu só sei sorrir
Ao imaginar você
Crescer
Para um pouco com a bagunça
Deixa eu te olhar
Que o tempo voa e olha só
Você sabe falar
E diz tudo que eu preciso escutar

Promete ser pra sempre o meu menino
Me deixar cantar pra te fazer dormir
Que eu prometo que vou te cuidar pra sempre
Eu te amo infinito
Meu guri



Eu vivi tanto tempo longe procurando me encontrar

Eu vivi tanto tempo longe procurando me encontrar, pra descobrir que no teu peito sempre foi o meu lugar.



Vejo em você

Vejo em você, o meu lar
Um porto seguro pro coração atracar.
Quero você só pra mim
Não posso deixar a distância te levar de novo
Pra longe de mim.



Entrelinhas

Entrelinhas

Eu me lembro de dizer
Em outra música de amor
Que esse tempo ia passar
E logo cessaria a dor
Eu vi os dias se arrastarem
Por um período sem fim
Eu me vi perguntando à vida
O que ainda guardava pra mim

Eu ouvi promessas rasas
E canções de elevador
Eu ouvi gente vazia
Me falando sobre amor
Eu pensei não ter mais jeito
Pra nossa situação
Eu chorei todas as vezes
Que escutei nossa canção

Mas eu não desisto de acreditar em nós
Até porque está escrito, era pra acontecer

Vejo em você, o meu lar
Um porto seguro pro coração atracar
Quero você só pra mim
Não posso deixar a distância te levar de novo
Pra longe de mim

Eu vi minha vida dar mil voltas
E voltar sempre pra ti
Eu senti o desespero
De ter que te ver partir
Eu vivi tanto tempo longe
Procurando me encontrar
Pra descobrir que no teu peito
Sempre foi o meu lugar

Busquei significado
Pra essas palavras não ditas
E aprendi que alegria
É o que você significa
Me acostumei na superfície
Da sua vida que é um mar
Mas se te encontro
Não me importo nem um pouco em mergulhar

E eu não desisto de acreditar em nós
Até porque está escrito, era pra acontecer

Vejo em você o meu lar
Um porto seguro pro coração atracar
Quero você só pra mim
Não posso deixar a distância te levar de novo

Lágrimas, livros, discursos
Clarice, Marcelo e Mallu
Te amar nos momentos, minutos
Distância entre o sudeste e o sul
O choro, o riso, a pele
Pitanga, teu cheiro no ar
Encontro, estação, euforia
Teu sorriso, meu olhar

Vejo em você o meu lar
Um porto seguro pro coração atracar
Quero você só pra mim
Não posso deixar a distância te levar de novo



Ela é mistério

Ela é mistério, riso sério, frágil força, graça.
E é tão bonito quando se liberta e o mundo abraça.



Você me segurou no colo

Você me segurou no colo, sorriu, entendeu realmente o que era amar. E eu desde o primeiro dia, tão pequena, já soube que em ti podia confiar.



A gente já passou por tudo

A gente já passou por tudo, qual seria a graça da vida sem você aqui. Pra ser o meu porto seguro, o presente que a vida me deu logo que eu nasci.



Trem bala (Especial Dia das Mães)

Trem bala (Especial Dia das Mães)

Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar alguém zela por ti
É sobre desde cedo aprender a reconhecer a sua voz
É sobre o amor infinito que sempre existiu entre nós
É saber que você está comigo nos momentos
que eu mais preciso pra me acompanhar
Então fazer valer a pena
cada verso daquele poema sobre o que é amar

Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
É ver que você me ajudou a trilhar cada caminho meu
É sobre ter abrigo e fazer morada no seu coração
E se eu precisar você sempre irá estender sua mão
A gente já passou por tudo
qual seria a graça da vida sem você aqui
Pra ser o meu porto seguro
o presente que a vida me deu logo que eu nasci

Não é sobre tudo o que seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento que juntas podemos passar
Contigo aprendi que o mais importante é ser do que ter
E pelo que eu me tornei só tenho a te agradecer

Você me segurou no colo, sorriu, entendeu
Realmente o que era amar
E eu desde o primeiro dia tão pequena
Já soube que em ti podia confiar

E eu desde o primeiro dia tão pequena
Já soube que em ti podia confiar



Segura teu filho no colo

Segura teu filho no colo, sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui. Que a vida é trem bala, parceiro, e a gente é só passageiro prestes a partir



Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu

Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu.
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu.



Trem Bala

Trem Bala

Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si
É sobre saber que em algum lugar, alguém zela por ti
É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz
É sobre dançar na chuva de vida que cai sobre nós

É saber se sentir infinito
Num universo tão vasto e bonito, é saber sonhar
Então fazer valer a pena
Cada verso daquele poema sobre acreditar

Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu
É sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu
É sobre ser abrigo e também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo em todas as situações

A gente não pode ter tudo
Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
Por isso eu prefiro sorrisos
E os presentes que a vida trouxe para perto de mim

Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento, sorriso a se compartilhar
Também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais
Porque quando menos se espera, a vida já ficou pra trás

Segura teu filho no colo
Sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui
Que a vida é trem bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir