Despedida

Lembro da flor,
Que dos espinhos se escondeu.
Fez sangrar meu coração,
Sentir o adeus que me rendeu.

Lembro da despedida
Dos olhos molhados,
E do corpo trêmulo.
Inaceitável partida
Do coração jamais tocado.

Despedida imortal,
Que renasce ao sentir a solidão.
Outra partida é fatal,
Irá sangrar meu outro coração.

Interpretar a realidade,
É entregar todos meus sonhos para a escuridão.
Trancar meus pensamentos,
É viver a favor da ilusão.

Não procuras meu coração,
Para outra despedida viver.
Meus passos encontrarão,
Outro amor pra te esquecer.



Comentários